sábado, 26 de agosto de 2017

Ana Letícia Penedo em intercambio cultural com o salãoARTEcorreios Visconde de Mauá



Este encontro aconteceu na Biblioteca do Centro Cultural Visconde de Mauá numa parceria com a
 MR Papel/Galeria Ambiente e o ICCP - Instituto Clécio Penedo.


Ana Letícia Penedo veio prestigiar nossa 1ª Quinzena de Arte Postal de Visconde de Mauá e nos presenteou com um bate papo muito enriquecedor sobre esta história de arte postal,  sua experiencia e como conheceu Bené Fonteles e foi reencontrando em momentos diversos. Recentemente na Bienal de São Paulo, "INCERTEZA VIVA" convidada para "Conversas para adiar o fim do mundo: Na obra "Ágora: OcaTaperaTerreiro" de Bené Fonteles para apresentar o trabalho de seu pai Clécio Penedo
Tanto desejei traze-lo para nosso evento que acabou presente.
Um abraço para Bené Fonteles

Veja o vídeo.
 

Um bate-papo e pelo percurso Joseph Beuys e movimento FLUXUS.
 A Poesia concreta de Haroldo e Augusto de Campos e o Ativismo Poético.
 Paulo Bruscky, Helio Oiticica e Cildo Meireles entre outros no assunto. 




Lançamento do baralho imperial "Viva o povo brasileiro" de CLÉCIO PENEDO
 por sua viuva Antonieta Penedo responsavel pelo ICCP - Instituto Clécio Penedo.
No Centro Cultural visconde de Mauá.
Criado em 1987, por encomenda da Fundação Nacional Pró-Memória
A curiosidade e que este foi desenvolvido com personagens do primeiro e segundo reinado no Brasil.
Os desenhos feitos pelo artista a partir da observação das obras do acervo do Museu Imperial de Petropolis. 

O Visconde de Mauá é o Valete de Ouros 




Ocup/Ação Artística
"O vazio que há em mim habita o cheio que há em você"
Ativismo Poético
veja o vídeo
 
Parque Estadual da Pedra Selada, durante a 1ª Quinzena de Arte Postal de Visconde de Mauá.
No salãoARTEcorreios Visconde de Mauá ocorreu a 
10ª OCUP/Ação artística.

O VAZIO QUE HÁ EM MIM HABITA O CHEIO QUE HÁ EM VOCÊ
Ativismo poético idealizado por Ana Letícia Penedo, teve sua primeira ação no quarto de uma casa temporariamente vazia, na exposição coletiva #PreLocação, ocupação artística que aconteceu em São Paulo, em abril de 2016. O trabalho tem continuidade e ganha novos desdobramentos com a ressignificação da escada central do Espaço Ophicina, na exposição O DESEJO DO OUTRO, em dezembro. A escada passa a ser o foco das reflexões com publicações no espaço virtual e propostas de ações que se relacionam e produzem outros sentidos. O desejo da transcendência, da ligação entre as partes, do protagonismo e das transformações. A escada vista como suporte de diferentes ações simbólicas que atravessam várias camadas semânticas, desde a religiosa até o seu uso como palco nas lutas políticas e sociais. 
(ana letícia penedo, 2016)

Visconde de Mauá ROTA POSTAL
Intercambio artístico cultural








MR Papel/Galeria Ambiente
ICCP - Instituto Clécio Penedo 
https://www.facebook.com/institutocleciopenedo.iccp
Estúdio PERSONA
https://www.facebook.com/galeriaStepsPersona/.



Mais sobre o evento:









domingo, 13 de agosto de 2017

KURT SCHWITTERS e sua MERZ ART.


“Tudo estava destruído e era preciso construir o novo a partir dos escombros”
Kurt Schwitters (1887-1948)

Das colagens ao MERZ.

Kurt Schwitters nasceu em Hannover - Alemanha. 

Foi próximo do Movimento Dada, embora não tenha se encaixado a nenhum movimento.
Visto que sua arte ia além do niilismo dos Dadaístas, com aspecto construtivista, ou seja positivo, elevando o lixo cultural ao status de obra de arte.
Sua arte estruturada na ordenação plastica de materiais recolhidos aleatórios pelas ruas sofre influencias do construtivismo russo e neoplasticismo holandês.
Criou seu próprio movimento, o movimento de um homem só. 
Toda a diversidade de sua criação era por ele designada de MERZ.
Desejava com sua Merz art, "criar relacionamentos entre as coisas do mundo"



MERZ - O artistas que reorganizava fragmentos de um mundo em ruínas

"Dessa operação de deslocamento do material das ruas para o quadro, nasceu Merz, termo com o qual Schwitters passou a denominar tudo o que produzia: pintura, poesia, conto, escultura, modelos arquitetônicos, textos dramáticos, peças musicais, cenários teatrais. Criou até uma revista que circulou de 1923 a 1932.




Assemblage (Ans)

 , 1938
Em pouco tempo, Merz tornou-se uma espécie de marca registrada, e o artista chegou a assinar algumas de suas publicações como “Kurt Merz Schwitters”
https://oglobo.globo.com/cultura/livros/kurt-schwitters-artista-que-reorganizava-fragmentos-de-um-mundo-em-ruinas-13223183



Inicia em 1923 a produção do seu primeiro grande trabalho de ocupação espacial, que posteriormente chamou de "MERZBAU".
É considerada a primeira instalação artística, a CASA MERZ ocupava a residência do artista em Hannover, obra-chave concebida antes da ascensão de Hitler ao poder, foi destruída num bombardeio aéreo em 1943. A Merzbau nasceu no estúdio do artista e tomou toda a casa com collages e assemblages unidas por fios de arame e cordas. Reunindo um conjunto bizarro de objetos, achados, presenteados ou desprezados por amigos e artistas.
Antecipando em muitas décadas a POP ART e os conceitos de sites specific, instalações e penetráveis.
Perseguido pela GESTAPO, exílou-se na Noruega e posteriormente no Reino Unido, onde viria a passar muitas dificuldades em um campo de refugiados e vindo a morrer em 1948, nunca mais tendo voltado à Alemanha. Morreu pobre e em relativa obscuridade, muitas de suas obras foram destruídas, classificadas como arte degenerada e assim desaparecerão para sempre.

Gosto tanto que costumava chamar meu atelier de MERZ-OCA, numa versão Tupiniquim.






https://pt.wikipedia.org/wiki/Kurt_Schwitters
http://artemodernaartistas.blogspot.com.br/2016/03/kurt-schwitters-1887-1948.html


quinta-feira, 10 de agosto de 2017

LP The Beatles - White Álbum. Disco Vinil Galeria Ambiente



Meu preferido, apesar de todas as intrigas, adoro o Álbum Branco. 
Este do Acervo da Galeria Ambiente.
Lançado em 1968 sem titulo.
White Álbum  adotou-se este titulo devido a  capa dos discos, sim duplo,  totalmente branca. 
Escrito apenas “The BEATLES” em alto relevo, na mesma cor e com um número de série. 
Richard Hamilton foi o artista responsável pela arte. 
Acompanhado de um encarte que rendeu muitas histórias.
Confira esta história ... 
https://beatlescollege.wordpress.com/2011/05/17/white-album-%E2%80%93-o-%E2%80%9Cinicio-do-fim%E2%80%9D-em-uma-mistura-de-sentimentos/







quarta-feira, 9 de agosto de 2017

LP Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - 50 anos e 2ª Semana Beatles de Visconde de Mauá.


Tirando onda, curtindo meu LP na 2ª Semana Beatles de Visconde de Mauá.


II Semana Beatles de Visconde de Mauá.
Temos  muito a celebrar.

Se levarmos em conta que "The Quarrymen" completa 60 anos, este é o nome da banda que Lennon criou com colegas de escola em 1957 e convidou Paul e  George para tocar.
Esta formação deu origem aos "The Beatles" em 1960 com a formação definitiva em 1962. 

O disco Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band completa 50 anos.
Lançado em 1º de junho de 1967, "Sgt. Pepper's", uma obra básica da cena emergente do rock psicodélico
O oitavo disco de estúdio dos Beatles, editado na véspera do "verão do amor" ,  ao início da era hippie - marcou um antes e um depois no panorama musical, rompendo com os limites da música com a banda imaginaria criada pelos músicos livremente dentro do estúdio.
Um disco icônico com uma capa dupla espetacular, com a fotografia dos 4 Beatles (Ringo Starr, John Lennon, Paul McCartney e George Harrison) com fardas estilizadas e super coloridas na parte interna . Na frente a celebre colagem fotográfica encomendada a Peter Blake, na qual aparecem rodeados por 67 personagens, de Marlon Brando a Karl Marx, de Bob Dylan a Edgar Allan Poe.
Ter um destes é muito mais que ter só um disco de vinil.
É uma obra da POP ART.

http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2017/06/1889012-principal-album-do-rock-sgt-peppers-lonely-hearts-club-band-faz-50-anos.shtml







Muito maneiro mesmo, uma obra-prima..
Adoro.
Confiram a programação da 2ª Semana Beatles no facebook.
https://www.facebook.com/events/249906932191500/?active_tab=discussion



CONEXÃO ATÔMICA - ready-made - Maurício Rosa e Chungtar Chong Lopes salãoARTEcorreios


READY-MADE: click power - CONEXÃO ATÔMICA - vende-se (Maurício Rosa/₢hungtar Chong Lopes 2017)
1ª Quinzena de ARTE POSTAL de Visconde de Mauá. #salãoARTEcorreios e exposição do Coletivo CARTA/OBRA, coordenado por Suyan de Mattos.
Veja programação.
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/05/1-quinzena-de-arte-postal-de-visconde.html




Arte Postal - Fotografia vetorizada: Maurício Rosa
mais informações aqui https://mrpapel-papelariaartesanal.blogspot.com.br/2017/08/arte-postal-ready-made-conexao-atomica.html

Tudo sobre nosso evento:
https://galeria-ambiente.blogspot.com.br/2017/05/visconde-de-maua-rota-postal-doc-1.html

sábado, 5 de agosto de 2017

Arte Postal - salãoARTEcorreios - Ação educativa PIRAÍ


 Muito bacana o resultado da ação educativa salãoARTEcorreios .- Visconde de Mauá - ROTA POSTAL.

Atividade desenvolvida pela arte-educadora Gizele Barino e equipe para a nossa primeira exposição INTERNACIONAL de Arte Postal, realizada no PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada. 
Formou-se um coletivo de estudantes da Escola Municipal Manoel Alexandre de Lima - PIRAÍ (RJ) - BRASIL.

Parabéns aos alunos que participaram do salãoARTEcorreios com belas ARTE POSTAL/MAIL ART (s) 
Grato.

Realização em parceria: 
MR Papel/Galeria Ambiente com CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá e REDE DE APOIO CULTURAL.

Vejam o vídeo com trilha sonora do Clube da esquina.





Uma pareceria 
MR Papel/Galeria Ambiente
Escola Municipal Manoel Alexandre de Lima
CCVM - Centro Cultural Visconde de Mauá
PEPS - Parque Estadual da Pedra Selada.